De Volta ao Mengo:Adriano quer combate contra Ronaldinho


Adriano não agenda reestreia, mas admite: seria bom voltar contra Atlético-MG de Ronaldinho

Adriano já assinou contrato, fez o primeiro treino, vestiu a camisa 10 e foi apresentado novamente pelo Flamengo. Agora, as conversas ficam por conta da data da reestreia do atacante com a camisa rubro-negra. Na chegada ao clube, o jogador começou com um discurso cauteloso e disse que só voltaria a campo quando se sentisse pronto. No fim, porém, admitiu que sonha com um adversário para o ser retorno: o Atlético-MG de Ronaldinho Gaúcho e Cuca.

"Minha lesão está curada, mas ainda não estou pronto para jogar. Já foi feita a planilha de trabalho que tenho que fazer. Só cabe a mim trabalhar bastante. A gente não vai dar um período certo porque se falamos um mês e depois demora um mês e meio, o pessoal começa a cobrar. Quando sentir que é o momento certo, vou voltar. Se dependesse de mim já tinha voltado há muito tempo, mas não é bem assim. Tem que ter paciência", disse.

"Acho que seria bom para o Flamengo (uma reestreia contra o Atlético-MG). Ronaldinho é meu amigo, Cuca já foi meu treinador. Respeito eles, mas acho que seria uma data legal para que eu pudesse jogar, estrear. O Flamengo iria se sentir muito bem com essa data", completou, já perto do fim da entrevista.

O jogo contra o Atlético-MG já deveria ter acontecido, mas acabou adiado pela CBF por conta do estado ruim do estádio Engenhão. A partida foi remarcada para o dia 26 de setembro, inicialmente para o estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.
Com a volta de Adriano, o Flamengo repete a parceria que teve muito sucesso no ataque da equipe: o Império do Amor. "Eu e o Vagner somos amigos, nos damos super bem fora de campo. Espero voltar o mais rápido possível para dar alegrias ao torcedor", disse o Imperador, já projetando o reencontro com o amigo em campo.

Adriano ainda volta sonhando em brigar novamente pelo título brasileiro. Campeão e artilheiro da última conquista nacional, em 2009, o atacante lembra que a equipe também não era colocada entre as favoritas na época. Atualmente, o Flamengo é o nono colocado da competição com 25 pontos, 17 a menos que o líder Atlético-MG.

"A gente tem vários exemplos, até de 2009. Estávamos lá em baixo, ninguém apostava na gente e acabamos sendo campeões. O Dorival está fazendo um trabalho muito importante, o grupo está conseguindo ter uma continuidade. O Flamengo só depende dele mesmo. Espero que eu possa também ajuda-los a quem sabe disputar o título", disse.