Disney compra LucasFilm por US$ 4 Bilhões e anuncia STAR WARS: EPISÓDIO VII!


Colaboraram Thiago Borbolla, André Luiz de Mello Pereira do site Judão
George Lucas. Aquele cara que dizia que tinha o projeto de fazer nove filmes de Star Wars e nunca fez. Ficou nos seis e, depois, comentou que esse nunca foi, exatamente, o projeto. Pois É! Só que o filme não acontecerá sozinho: a Disney ACABA de confirmar que comprou a LucasFilm por aproximadamente US$ 4 bilhões e, no press release oficial, informa que Star Wars: Episode VII será lançado em 2015. Mesmo ano de Os Vingadores 2. Mesmo ano de Liga da Justiça.
 Ainda no comunicado,a Disney confirma que o novo filme de Star Wars terá Kathleen Kennedy como produtora executiva – além dela assumir o cargo de presidente da LucasFilm (até agora, ela era a Co-Chairman). George Lucas será o consultor criativo do longa. Isso aí, SÓ consultor — até porque ele nem será mais o Chairman do estúdio. E mais filmes virão no futuro.
Não, cara. Olha no calendário. Não é 1º de abril. Não é pegadinha. No comunicado oficial, a Disney deixa claro: está comparando a LucasFilm de olho em Star Wars. Mesmo. “Esta transação combina um portfolio mundial que inclui Star Wars, uma das maiores famílias de franquias de entretenimento de todos os tempos, a única e sem paralelos criatividade Disney através de múltiplas plataformas, negócios e mercados para gerar crescimento sustentável e trazendo significativo valor a longo prazo”, disse Robert A. Iger, CEO da Disney no comunicado.
Traduzindo: a empresa do Mickey vai extrair até o último centavo das franquias da LucasFilm. Nove filmes serão pouco para Guerra nas Estrelas, fora os novos produtos, séries de TV e afins.
A assinatura do contraAaAAaAaAto! ;)
Ainda no comunicado, a Disney informa que mais conteúdos da LucasFilm serão vistos nos parques da empresa, entre outras novidades que devem surgir.
O que isso muda, além do fato da saga de Star Wars continuar nos cinemas? MUITA coisa. Não é como foi com a compra da Marvel, por exemplo. A Casa das Ideias já tinhas as HQs de sucesso, já estava com o projeto nos cinemas… O que a Disney fez, nesse caso, foi ampliar o nível de exigência (levando um reboot nas HQs) e dando mais gás financeiro para os filmes. No caso da LucasFilm, as coisas andam meio paradas nos últimos anos, após a estreia de Star Wars – Episódio VI. Tivemos um filme do Indiana Jones, algumas produções de Guerra nas Estrelas para a TV e só. Uma coisa você pode ter certeza: a Empresa do Mickey vai querer que a roda gire, as franquias continuem e que o dinheiro entre para justificar um investimento tão grande. Afinal, eles compararam o que é, hoje, um potencial – e uma grande receita de produções passadas. Só que como disse o próprio CEO, eles querem trazer valor a longo prazo.
Não é só isso: veremos finalmente Guerra nas Estrelas “saindo das mãos” do criador. Isso talvez não represente apenas o fim das intermináveis modificações do George Lucas na trilogia clássica, como representa também novos diretores, roteiristas e produtores trabalhando nos novos filmes. Afinal, Lucas será SÓ um consultor. O criador de tudo, mas ainda assim um consultor.
Talvez as novas cabeças — provavelmente criadas com os filmes clássicos — consigam fazer algo melhor que o tio George fez com a nova trilogia. Star Wars ganha MUITO com essa mudança, ao menos inicialmente, e não só financeiramente. O resultado, claro, vai depender das próximas escolhas da Disney.
As grandes mudanças não ficarão restritas ao cinema, claro. Teremos mais games? Com certeza. Mais séries de TV? Claro, a Disney tem um canal aberto e vários fechados. HQs de Star Wars e Indiana Jones na Marvel? Tudo depende dos atuais contratos da LucasFilm, mas é bem possível.
É, muita coisa ainda está para acontecer. E eu vou curtir esse admirável mundo novo. ;D
Ah, sim: MUNDO, POR FAVOR! Não acabe em 2012!
Confira o comunicado oficial em inglês AQUI