Painel de A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2 | Comic-Con 2012


A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2 abriu nesta quinta-feira os trabalhos do maior espaço de painéis aqui na Comic-Con 2012, a sala H. Pela primeira vez, o elenco principal e a escritora Stephenie Meyer estão em peso aqui em San Diego, mas o diretor Bill Condon não pôde vir. Em um vídeo gravado, porém, ele abre o painel apresentando as primeiras cenas do último filme da saga.
No telão surge Kristen Stewart com as lentes de contato vermelhas. O filme começa logo depois do desfecho da Parte 1, com Bella experimentando as primeiras sensações de ser uma vampira, acariciando Edward (Robert Pattinson), vendo abelhas e flores desabrochando. Quando ela o abraça, Edward dá um gemido de dor:"Agora é você que precisa tomar cuidado para não me quebrar", diz ele.
Corta para a floresta, com os dois apostando corrida, saltando cachoeiras. Bella logo avista um veado e se prepara para atacar, mas ao mesmo tempo sente o cheiro do sangue de um alpinista que se corta escalando um rochedo. Ela corre, escala descalça o penhasco e é impedida por Edward de atacar o humano. De volta à floresta, um puma se prepara para atacar o veado, e Bella salta ao mesmo tempo em que o felino e o derruba no ar, antes de enfiar suas presas na jugular do animal.

Antes de partir para a floresta, Bella perguntara a Edward onde estava a bebê dos dois, Renesmee, e na cena seguinte eles se encontram com Jacob (Taylor Lautner), que guarda a criança. Antes de entrar na casa, Jacob diz que Bella não parece tão diferente assim, apesar dos olhos vermelhos, e que o casal de vampiros fica bem lado a lado.
Quando o painel abre para perguntas, Lautner fala justamente desse novo papel que cabe a Jacob: "É menos dramático pra ele, não tem tanto estresse e aquele peso nas costas dos outros filmes", conta. Meyer e Stewart se dizem mais empolgadas com a esperada transformação de Bella. "Sempre esperei por esse momento", diz a autora, e a atriz emenda: correr e caçar (cenas em que, pelo que deu pra ver no vídeo, Stewart se esforça para fazer uma cara de lascívia) são seus momentos preferidos da nova vida de desmorta.
Uma gafe leve acomete a escritora quando o mediador pede-lhe para apresentar o vídeo seguinte: "Na verdade não sei o que vamos mostrar agora... Só sei que é da segunda metade do livro", brinca. Stewart vem em socorro e resume o clipe, que mostra o clã Cullen ensinando etiqueta a Bella, a não correr demais, sentar-se e se postar como uma vampira fina.
Em seguida, juntam-se a Lautner, Stewart, Pattinson, Meyer e Mackenzie Foy (a garota que interpreta Renesmee) os vampiros coadjuvantes da saga - com ovação feminina especial paraJackson Rathbone e Kellan Lutz. Entre algumas perguntas manjadas (qual seu momento preferido da franquia? qual o maior desafio?) e respostas displicentes (Peter Facinelli  murmura alguma coisa e não abre mais a boca, enquanto Pattinson e Stewart carregam o arrastado painel com sua conhecida timidez), alguns momentos são curiosos, como quando uma fã brasileira lembra das cenas filmadas no Rio de Janeiro. Pattinson diz que adorou o Brasil, que tentou aprender algumas palavras em português e elogia a comida brasileira. Stewart, por sua vez, diz que os fãs brasileiros são diferenciados, "bizarramente apaixonados", em suas palavras.
Em outro momento, Meyer diz que não tem planos de escrever romances de Crepúsculo sob a perspectiva de Edward - "já trabalho com vampiros há dez anos e tenho ideias novas e diferentes que acho que são boas". A melhor resposta de Stewart foi à pergunta de uma fã: se você pudesse vir fantasiada de vilã à Comic-Con, qual escolheria? "Eu seria a Rainha Má de Branca de Neve", responde a Branca de Neve em pessoa.
Quando muita gente já deixava a sala H, uma surpresa final: as primeiras cenas de A Hospedeira(The Host). O preview mostra que a nova adaptação ao cinema de uma obra de Stephenie Meyer tem uma estética bem distinta da Saga Crepúsculo (embora continue a fixação por lentes de contato coloridas). Já dá pra sentir que o filme do diretor Andrew Niccol tem mais ação (em uma cena, a personagem de Saoirse Ronan se joga de uma janela e despenca de um prédio), perseguições e tiroteios. Rende um contraste interessante a cena no meio deserto em que um helicóptero e carros cromados se destacam na paisagem arenosa - parece bastante o visualclean dos cenários distópicos, marcados por carros estilosos, que Niccol sempre emprega em suas ficções científicas futuristas.
Acompanhe a cobertura da Comic-Con 2012 no #Facepop