RoboCop | José Padilha reclama da falta de liberdade criativa


robocop
José Padilha está sofrendo em Hollywood, de acordo comFernando Meirelles. Em entrevista à revista Trip, o diretor de 360 falou sobre as dificuldades e a falta de liberdade criativa que atormentam seu colega no remake de RoboCop.
"Ele está dizendo que é a pior experiência dele. De cada dez ideias que ele tem, nove são cortadas. Qualquer coisa que ele quer, tem que brigar. ‘Isso aqui é um inferno’, disse ele para mim. ‘O filme vai ficar bom, mas eu nunca sofri tanto e não quero fazer isso de novo’. Ele está amargurado, mas é um brigador", revelou Meirelles sobre a conversa que teve com Padilha por telefone.
Recentemente, o filme de Padilha perdeu Hugh Laurie como vilão e tem agora Clive Owencomo possível substituto. Na trama, Joel Kinnaman será Alex Murphy, o RoboCop, e Abbie Cornish (Sucker Punch) sua esposa. No elenco também estão Gary Oldman (como o cientista que cria a máquina), Samuel L. Jackson  (um carismático megaempresário de televisão), Jay Baruchel (diretor de marketing da OCP),Jackie Earle Haley (Maddox, o homem que dá um treinamento militar a RoboCop), Michael Keneth Williams (parceiro de Murphy), Jennifer Ehle(Liz Kline) e Marianne Jean-Baptiste (oficial da corporação policial). O roteiro de Josh Zetumer ganhou uma revisão de Nick Schenk (Gran Torino) e depois de James Vanderbilt(ZodíacoO Vingador do Futuro).
MGM produz e a Sony Pictures distribuirá o novo RoboCop em 9 de agosto de 2013.